Home » Preparar o Enxoval do Bebé

Preparar o Enxoval do Bebé

A chegada de um bebé é sempre motivo de muita azáfama e existem preparativos importantes que não podem deixar de ser realizados.

 

No meio de tanta informação sobre carros, cadeiras e carrinhos e da tentação forte de trazer a loja inteira consigo porque as roupinhas de bebés são irresistíveis, deixamos-lhe alguns aspectos particulares a ter em conta na preparação do enxoval do seu bebé.

Preparação da Roupa do Bebé

  Não é necessário ter muita roupa, bastam 4 a 6 conjuntos completos de roupa.
A roupa interior deverá ser toda de algodão.
Devem-se descoser as etiquetas da roupa interior para que não irritem a pele do bebé.
Deve-se lavar toda a roupa em separado, à mão, com água quente e sabão neutro, ou à máquina, com detergente especial para os bebés.
Os body´s que apertam à frente são usualmente referidos pelos casais como sendo mais práticos para os primeiros dias do bebé.

 

Produtos de Puericultura

Sugerimos alguns produtos essenciais para quem vai ter um bebé:

Cuidados de Higiene e Conforto: banheira, muda-fraldas, tesoura e limas de papel, toalha, escova e pente para cabelo, fraldas, compressas, soro fisiológico, álcool 70º, pomada protectora e cicatrizante para períneo, aspirador nasal, nebulizador

Transporte: carrinho de passeio, cadeira para automóvel, sling ou pano porta-bebés

Dormir e Vestir: berço, cama, ninho ou manta de embrulhar, saco cama, baloiço, roupa, luz de presença, intercomunicadores

Amamentação: conchas protectoras de mamilos, discos absorventes, almofadas de amamentação, pomada protectora e cicatrizante para mamilo

 

Preparação para o Parto

A partir da 28º semana de gravidez, sugere-se a inscrição em cursos de Preparação para o Parto e a Parentalidade.

Existe actualmente uma grande diversidade de Centros de Preparação para o Parto e a Parentalidade, com cursos pré e pós parto, que têm vindo a surgir de ano para ano. Sugerimos que os casais tenham em conta 6 aspectos essenciais antes de fazer as sua escolha:

1. Quem realiza a preparação?
2. A preparação é para o casal?
3. Qual o horário dos cursos?
4. Qual a frequência das sessões?
5. O curso engloba visita domiciliária e apoio pós parto?
6. Qual a disponibilidade da equipa?

Pode encontrar a resposta a estas perguntas aqui, de acordo com as nossas práticas na Gimnográvida.

O que levar para o hospital

A partir da 32º semana de gestação, é importante que o casal comece a preparar as malas para levar para o hospital, que devem ter o essencial para o conforto da mãe e do bebé durante esta pequena estadia.

Para a mãe será necessário:
Boletim de saúde da grávida e exames complementares da gravidez
3 camisas de noite (manga curta, abertura à frente ou de alças)
Objectos pessoais e de higiene e conforto (escova e pasta dos dentes, secador de cabelo, champô, batom de cieiro, leque, meias, almofada, óleo de massagem, telemóveis e carregadores, máquina fotográfica, câmara de filmar, kit células estaminais, pensos higiénicos se parto em hospital privado)
Robe, chinelos (quarto e duche) e toalha, roupa para a alta (roupa que usou grávida de pelo menos 5 meses), cinta pós-parto (opcional), 6 cuecas altas e largas (ou descartáveis) e saco para roupa suja
  2 soutiens de amamentação e conchas protectoras de mamilos e/ou discos absorventes de leite materno

Para o bebé será necessário:
3 fatos completos: conjuntos interiores com calça, roupa exterior e meias pequenas
Manta, 4 fraldas de pano, gorro e saco para roupa suja
Escova de cabelo, pente e produtos de higiene do bebé
Toalhetes ou compressas para higiene perineal
Fraldas descartáveis – dependente do local
Chupeta (desaconselhada no início se quiser amamentar)

Aconselha-se a colocar no topo da mala, separadas das outras roupas (sugere-se dentro de um saco ou envolvida na manta ou na fralda de pano), as seguintes peças:
Para o bebé: A primeira roupa, gorro, pente, manta, fralda de pano (mais uma fralda descartável no caso de alguns hospitais) e kit de células estaminais.
Para a mãe: A camisa para o parto (se não pretender utilizar a do hospital), a camisa para usar imediatamente após o parto e um par de cuecas (mais um penso higiénico no caso dos hospitais privados).

 

Plano de Parto

Chega também o momento de pensar na forma como gostaria de fazer nascer o seu bebé, com quem e em que local. Assim é importante que a partir das 28 semanas de gravidez comece a realizar o seu plano de parto.

Sugerimos o download dos seguintes exemplos de plano de parto, que podem orientar um pouco a sua reflexão:
Plano de Parto para a Parturiente
Plano de Parto para o Acompanhante

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone